Pérolas: Um Guia Completo

As pérolas são um clássico e jamais serão ultrapassadas. Você nunca vai errar se optar por usá-las. Mas, se você ainda tem dúvidas sobre como usar pérolas, como as pérolas são produzidas, sua história e com quais looks combiná-las, continue lendo este post…

SAIBA TUDO SOBRE AS PÉROLAS

Como a pérola é produzida?

A pérola natural é resultado de um mecanismo de defesa das ostras: quando invadidas, seja por parasitas, vermes ou até grãos de areia, e esses intrusos entram em contato com a manta que protege os órgãos internos do molusco, isso acaba causando uma grande irritação nele que, para se defender, começa a depositar o nácar, também conhecido como madrepérola, no invasor. Para chegar na forma final da pérola, são depositadas várias camadas de nácar.

Importante: existem diversas famílias de ostras, mas não são todas as que podem produzir pérolas, apenas as perlíferas, que fazem parte de famílias específicas: a Pteriidae (que se reproduz em água salgada) e a Unionidae (de água doce).

Por ser tão raro encontrar pérolas naturalmente, foram criadas o que chamamos de Fazendas de Pérolas, onde pérolas são cultivadas de forma intencional. O termo “cultivo” se dá a partir da ação do homem em, propositalmente, inserir algo dentro da ostra para ela, então, iniciar o processo de depositar o nácar e, por fim, desenvolver a pérola. O processo se inicia de forma induzida, porém segue de forma natural.

Fazenda de Pérola / National Geografic (reprodução)

Existem as fazendas de água doce e as de água salgada, variando conforme o tipo de pérola que se deseja produzir e sempre respeitando a espécie da ostra, seu habitat natural e o tempo que ela leva para produzir a pérola. Isso tudo é muito importante no processo, que precisa de atenção em cada detalhe. A partir do aprimoramento dessa técnica é que foi possível começar a produzir pérolas em grandes quantidades, de forma industrializada.

ENTENDA COMO FUNCIONA:

  • Os profissionais encarregados de inserir, delicadamente, os núcleos invasores nas ostras precisam ser muito bem treinados. Depois da inserção, elas são organizadas em redes, separadas por data e colocadas de volta em seu ambiente aquático.
  • Profissionais altamente qualificados monitoram a qualidade e a temperatura da água várias vezes ao dia. Qualquer alteração ou poluição pode prejudicar a produção que, para ser efetiva, exige o perfeito estado de conservação e preservação ambiental do mar ou rio em que está sendo mantida.
  • O comportamento e o desenvolvimento de cada ostra acontece de forma particular e individual, dependendo de sua espécie. Explicamos melhor abaixo…

Pérola água doce / Imgur (reprodução)

PÉROLA DE ÁGUA DOCE

As ostras de água doce levam, em média, de 2 a 3 anos para produzir as pérolas e conseguem resistir à inserção de vários núcleos ao mesmo tempo.

Pérola Tahiti (água salgada) / Pinterest (reprodução)

PÉROLA DE ÁGUA SALGADA

As ostras de água salgada levam mais tempo para a produção: normalmente, mais de 4 anos. Costumam ser mais sensíveis e, portanto, suportam apenas uma inserção.

Por causa disso, as pérolas de água salgada são mais raras, costumam ser maiores e exigem técnicas mais aprimoradas. O que faz com que seu valor agregado seja mais alto e, consequentemente, se tornem mais caras.

Importante: hoje em dia, somente a ALTA joalheria faz uso de pérolas 100% naturais. Marcas de semijoias, assim como as próprias joalherias, inclusive as de renome, costumam usar as cultivadas em seus acessórios femininos, por serem de alta qualidade e ótimo custo x benefício.

História das Pérolas

Do latim “pirla” surgiu o nome pérola, através dos Romanos, que a viam como um símbolo do amor. Pirla é o diminutivo de “pira”, que significa “formato de lágrima”. A pérola é uma das primeiras gemas usadas para adorno pessoal e, por isso, ganhou o apelido de Rainha das Gemas. Não se sabe quem foi o responsável por sua descoberta, mas os primeiros relatos foram encontrados em escritos de 2.000 anos antes de Cristo e, por ser tão rara (a cada 10.000 ostras, somente uma produzirá uma pérola natural), ela já foi considerada a joia mais cara do mundo.

Em muitos países da Europa, o uso da pérola já chegou, inclusive, a ser proibido em pessoas comuns. Essa foi uma lei que vigorou na Idade Média, mais precisamente nos séculos XIII e XIV, época em que somente pessoas que faziam parte da aristocracia tinham permissão para usar acessórios de pérolas. Anos depois, após a Revolução Francesa, o simbolismo da pérola como sendo algo ligado à beleza e à inocência ganhou força. Foi a partir da abolição das leis discriminatórias, que surgiu a tradição dos homens presentearem suas amadas, noivas ou esposas, com joias que continham pérolas. Pelo mesmo motivo, até hoje, é comum escolher as pérolas como presente para nossas mães.

Uma das maiores personalidades do século XX, Jacqueline Kennedy Onassis, esposa de John F. Kennedy, tinha como sua marca registrada um colar de pérolas de três voltas e um brinco solitário. Além dela, outros grandes ícones, como Audrey Hepburn, Coco Chanel e Princesa Diana, também eram fiéis apreciadoras da Rainha das Gemas.

Conheça mais sobre os tipos de pérolas…

Tipos de Pérolas

Dentro das categorias Natural, Cultivada e feitas em laboratório, existem subcategorias de pérolas. Algumas das mais comuns são: South Sea, Pérolas do Tahiti, Pérolas Akoya e Pérola Arroz. Confira os tipos de pérolas mais vendidos na Authentical:

  • PÉROLA BARROCA
  • PÉROLA SHELL
  • PÉROLA TRADICIONAL

Dúvidas frequentes

O QUE COMBINA COM COLAR DE PÉROLA?

Não se preocupe tanto: você não precisa ter medo na hora de usar o colar de pérola! O único segredo é saber combiná-lo. Se você quer passar uma impressão de uma mulher mais moderna, combine-o com peças mais estruturadas, como um colar de elos e um brinco ear hook, e divertidas, como um colar de pedrinha colorida. Já se você busca um look mais formal, para o seu trabalho, por exemplo, o colar de pérolas fica ótimo com as argolas cravejadas ou, ainda, combinado a brincos de pérolas, formando o conjunto perfeito! Por último, se o que você busca é um visual sofisticado para eventos como festas de casamento, aposte no colar de pérolas + colar riviera, finalizando com um brinco grande cravejado. Super versátil, né?

QUEM USA PÉROLAS?

Como já falamos anteriormente, houve uma época em que somente pessoas da alta sociedade podiam usar acessórios de pérolas. Porém – e ainda bem – isso é coisa do passado! Também já passamos da época em que as pérolas eram adornos que remetiam, exclusivamente, a nossas mães e avós. Hoje, literalmente toda a mulher pode, e deve, usar semijoias de pérolas se assim desejar.

PODE USAR PÉROLA DURANTE O DIA?

O acessório de pérola é tão versátil, que você pode usar quando e onde quiser! Como respondemos na primeira pergunta, tudo vai depender do que você deseja transmitir em cada ocasião. Durante o dia, as semijoias de pérolas cabem tanto em looks casuais, para uma ida ao shopping, por exemplo, quanto nos looks de trabalho que, por vezes, exigem uma certa formalidade. Aposte sem medo!

POR QUE USAR PÉROLAS?

Se você chegou até aqui, você já percebeu o quanto as pérolas são especiais, únicas, atemporais, desejadas e versáteis. Tendências vêm e vão, mas os acessórios de pérolas resistem e permanecem, sempre, atuais. Dessa forma, se você cuidar adequadamente, suas pérolas durarão por toda sua vida e passarão de geração em geração. Acesse www.authentical.com.br e invista no acessório de pérola ideal para você!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s